MARINGÁ

Frota de Maringá é composta principalmente por 180,6 mil automóveis e 47,2 mil motocicletas

Dono da terceira maior frota do Paraná, o município de Maringá somou 342.800 veículos em 2023, conforme consulta da reportagem ao cadastro de dezembro do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).

Em outras palavras, média de 0,83 veículo por habitante. Afinal, segundo o último Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Cidade Canção tem uma população formada por 409.657 pessoas.

Por sua vez, no contexto paranaense, a frota de veículos do Estado contabilizou 8.358.311 em 2023, 12% a mais do que em 2019, quando somava 7.453.198 veículos. Em relação a 2013 (6.159.417), o aumento é de 35,6%. Os dados do Detran-PR são publicados desde janeiro de 2007 – naquela ocasião eram 3.693.284 veículos.

Como a população do Paraná é de 11.444.380 habitantes, conforme o Censo 2022, a relação é de 0,73 veículo por pessoa rodando pelas vias do Paraná.

A frota do Estado é composta principalmente por automóveis (4.731.957), motocicletas (1.223.839), caminhonetes (771.188), motonetas (342.265) e caminhões (293.589). São, ainda, 42.223 ônibus, 25.706 micro-ônibus e 2.827 triciclos.

No caso maringaense, a paisagem urbana é dominada principalmente pelos automóveis, que somam 180.683 veículos; logo em seguida, aparecem 47.244 motocicletas e 31.144 caminhonetes. Em termos de camionetas, são 14.320; com 11.216 semi-reboques logo atrás.

A frota em Maringá também é formada por 10.481 caminhões; 20.500 motonetas; 10.087 reboques; 6.864 utilitários; e 882 ônibus. Todos esses termos são utilizados pelo Detran.

Estado
As cidades paranaenses com mais veículos registrados até dezembro de 2023 são Curitiba, que tem 1.564.473, Londrina (417.958), Maringá (342.800), Cascavel (268.958), Ponta Grossa (237.493), São José dos Pinhais (234.704), Foz do Iguaçu (205.564), Colombo (153.655), Guarapuava (129.415) e Toledo (121.279).

As com menos veículos registrados são Nova Aliança do Ivaí (853), Santa Inês (977), Mirador (978), Guaraqueçaba (987), Jundiaí do Sul (1.237), Miraselva (1.310), Iguatu (1.349) e São Manoel do Paraná (1.381).

O diretor-presidente do Detran-PR, Adriano Furtado, afirma que a frota de veículos no Brasil é uma das maiores do mundo e desempenha um papel importante na mobilidade e na economia do País. “O aumento expressivo na frota de veículos não apenas reflete o crescimento econômico e demográfico do Paraná, mas também sublinha os desafios de mobilidade urbana e infraestrutura viária do futuro”, destaca, via AEN.

Ele também reforça que os dados de 2024 indicam crescimento de emplacamentos. O resultado de fevereiro já aponta 8.392.822 veículos, aumento de 34.511 carros.

Evoução
Evolução da frota de veículos no Paraná nos últimos cinco anos:

2019: 7.453.198

2020: 7.661.859

2021: 7.900.866

2022: 8.112.645

2023: 8.358.311

PUBLICIDADES & PARCEIROS