DESTAQUES DO DIA

Em surto, ex-morador de Astorga mata um e fere quatro com espada em Londres

O brasileiro Marcus Aurélio Arduini Monzo, de 36 anos, de uma família de Astorga, foi preso nesta terça-feira, 30, depois de matar um garoto de 14 anos e ferir outras quatro pessoas com uma espada, em Londres, Inglaterra. A ocorrência foi interpretada pela Scotland Yard como atentado terrorista, que depois noticiou que tratou-se de um surto psicótico do ex-morador de Astorga que está na Inglaterra há 14 anos.

 

Marcus Monzo foi acusado da morte de Daniel Anjorin, indicou a Scotland Yard em comunicado. Outras quatro pessoas ficaram feridas, entre elas dois agentes, o que também lhe rendeu acusações de tentativa de assassinato e lesão corporal, segundo a polícia da capital britânica.

 

Está previsto que o suspeito, que tem dupla nacionalidade espanhola e brasileira, compareça ao tribunal nesta quinta-feira. ‘Começamos a ter uma ideia do que aconteceu na terça-feira’, mas a investigação é ‘complexa dado o número de cenas do crime, provas forenses, horas de gravações de câmeras de vigilância e testemunhas com quem temos que falar’, explicou em comunicado o inspetor-chefe Larry Smith, responsável pela investigação.

ex-morador de Astorga, Marcus Aurélio Arduini Monzo
Marcus Aurélio Arduini Monzo em foto de suas redes sociais Foto: Redes

 

Ataques sem motivo e em diferentes lugares

 

Na terça-feira, a polícia recebeu uma chamada ‘pouco antes das 7h’ locais, depois que várias testemunhas viram uma van se chocar contra uma cerca perto de uma estação do metrô na região londrina de Hainault. ‘Um homem de 33 anos foi atropelado [pela van] e depois atacado pelo suspeito, e sofreu lesões no pescoço’, detalhou o responsável pela investigação.

 

Depois, um homem de 35 anos sofreu ‘lacerações no braço’ após ser agredido, antes que o suspeito atacasse o menor Anjorin, que morreu por consequência dos ferimentos, pouco depois de ser levado ao hospital. A polícia chegou ao local dos fatos 12 minutos depois da primeira chamada de emergência e tentou neutralizar o suspeito com spray incapacitante e uma pistola elétrica, mas sem sucesso.

Ex-morador de Astorga, Marcus Aurélio Arduini Monzo mata uma pessoa e fere outras quatro em Londres
Com espada na mão, Marcus Aurélio feriu também agentes da polícia de Londres Foto: Agências

 

O suspeito feriu gravemente dois policiais e ‘fugiu de novo, antes de se ver cercado por outros agentes’, para ser finalmente detido 22 minutos depois da primeira chamada.Segundo as evidências preliminares, a polícia não tinha conhecimento de que o homem estivesse envolvido em incidentes anteriores e descartou, por ora, uma motivação terrorista.

 

O ataque aconteceu em um contexto de aumento das ações violentas com armas brancas no Reino Unido e dois dias antes das eleições locais na capital britânica, onde a oposição conservadora critica duramente a política de segurança do prefeito trabalhista Sadiq Khan.

 

Características de esquizofrenia

Marcus Aurélio Arduini Monzo é de Astorga e mora em Londres há 14 anos, para onde parte de sua família migrou para trabalhar. Sua mãe, Eliana, é bastante conhecida em Astorga e entre a comunidade brasileira na Inglaterra.

 

Segundo conhecidos que também vivem em Londres, já há algum tempo Marcus vinha demonstrando comportamento estranho, se isolando e querendo deixar a família para viver nas ruas.

 

Por enquanto, não se sabe se ele chegou a receber atendimento psiquiátrico ou psicológico depois que começou a agir estranhamente, mas os conhecidos relatam um comportamento parecidos com os de esquizofrenia.

 

A própria polícia de Londres, a Scotland Yard, descartou a possibilidade de atentado terrorista depois de entender o caso como consequência de um surto psicótico.

 

PUBLICIDADES & PARCEIROS