POLICIAL

Atentado na Grande Curitiba: vítimas foram mortas a tiros de submetralhadora

Grupo Massa

As duas vítimas de um atentado em uma distribuidora de Almirante Tamandaré, na Grande Curitiba, foram mortas a tiros de uma submetralhadora. O ataque aconteceu na noite da última quinta-feira (30).

Foto: Aílton Vieira/Rede Tamanho

De entendimento com a Rede Tamanho|SBT, dois homens pararam em frente ao negócio, que estava pleno de clientes, e dispararam em direção ao lugar.

Além das duas vítimas fatais, uma jovem de 22 anos e um varão de 35 anos, outras quatro pessoas ficaram gravemente feridas.

Dos feridos, um varão foi de ambulância ao Hospital Universitário Cajuru. As outras três vítimas foram até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

De entendimento com a Polícia Militar (PM), o varão de 35 anos era meta do atirador. A motivação do violação seria um acerto de contas entre facções rivais de tráfico de drogas.

Jovem morta em atentado na Grande Curitiba tentou fugir dos disparos

A jovem morta no atentado na Grande Curitiba, identificada uma vez que Renata Godzinski, de 22 anos, era estudante de Governo.

No momento dos disparos, Renata correu e tentou se esconder na caçamba de uma Saveiro, porém, não resistiu aos ferimentos.

Depois o ataque a tiros, os dois suspeitos fugiram do lugar em um coche. O motorista do veículo aguardava a dupla a respeito de 50 metros do lugar do violação.

PUBLICIDADES & PARCEIROS